Menino ou menina?

Algumas mamães e alguns papais ficam ansiosos em saber se estão esperando um menino ou uma menina. Explicamos os testes disponíveis para descobrirem o sexo de seu bebê. 

Sexagem Fetal:

É um exame realizado através de um exame de sangue que detecta o sexo do bebê já a partir da oitava semana de gravidez. Ele detecta a presença ou não de células com cromossomo Y (masculino) no sangue da mãe. A vantagem é que o exame para determinação do sexo fetal tem taxa de acerto de, mais ou menos, 99%; a desvantagem é que não é feito pela rede pública e nem coberto pelos convênios médicos.

Há também uma espera de cerca de cinco dias úteis para o resultado ficar pronto.

No caso de mães esperando gêmeos ou mais, o teste só consegue responder se há meninos ou não há meninos, portanto não é muito exato. Se o resultado for que não há meninos, você saberá que só espera meninas. Mas, no caso de haver meninos, não dá para saber se há meninas também ou não.  

Teste de urina de farmácia:

Trata-se de uma tecnologia relativamente nova no Brasil, mas já presente em outros países há mais tempo. É realizado através de um simples teste de urina feito em casa.

A  vantagem é a praticidade de fazer um exame sem precisar ir ao laboratório e ter acesso direto ao resultado. Desvantagem, ele ainda não está disponível em todas as farmácias.

De acordo com o fabricante, o teste tem eficácia em torno de 90 por cento, pode ser feito a partir de 10ª semanas e fica pronto em 10 minutos. O resultado não é confiável se a mulher estiver usando hormônios como a progesterona, e a eficácia também não é boa em caso de gêmeos ou mais.

Exames genéticos invasivos:

Outros exames em que o sexo é revelado são os genéticos, que são invasivos e só recomendados quando há suspeita de algum problema com o feto, pois existe um pequeno risco de aborto espontâneo, de 1%.

São eles a biópsia do vilo corial, entre a 10ª e a 12ª semana de gestação, e a amniocentese, entre a 15ª e a 18ª semana.

Como nesses exames há a análise do material genético do bebê, a certeza é de praticamente 100%.

NIPT e NIPTA (ampliado):

O NIPT (Non-Invasive Prenatal Test) é realizado através de uma coleta simples do sangue       materno, com risco zero para o feto e para a mãe, realizando-se um verdadeiro “retrato genético” do bebê, avaliando-se o número de cromossomos que ele tem.

Pode ser realizado em qualquer tempo da gravidez logo após a décima semana de gestação através de uma simples amostra de sangue da mãe, não ocorrendo nenhum risco para mãe nem para o bebê. Após a coleta do sangue materno é analisado o DNA livre circulante do feto no sangue materno para verificar se existe ou não alguma alteração cromossômica fetal.

O exame detecta as alterações no número dos cromossomas 13 (Patau), 18 (Edwards) e 21 (Down) e os cromossomas X e Y analisando também o sexo do bebê.

Tempo do resultado: O resultado é entregue em 10 dias úteis na maioria dos laboratórios.

Sensibilidade do exame: Taxa de precisão superior a 99%.

Ultrassonografia:

O sexo do bebê pode ser visto no ultrassom morfológico do 1o trimestre, porém precisão de 100 %, neste caso deverá aguardar até +\- 16a semana de gestação para ter certeza se terá um menino ou uma menina.  

 

ONDE ESTAMOS

Hospital Santa Helena
SHLN Quadra 516 Conjunto D
Asa Norte, Brasília

Marcação de Consultas e Exames
61.3215-0000